O QUE ANDO A PUBLICAR

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

O momento

O que se demora acontece de repente. Na alegria do é agora, todo o tormento da espera se esvai. Bendito seja o esquecimento! O tempo é tão relativo quando se deseja o que não chega. Cada dia pode parecer um ano, cada semana, uma eternidade. E quando surge o momento, aquele que alimentou suspiros e sonhos, faltam as palavras. A perfeição é tão efémera quanto indescritível. Quanto tempo dura a felicidade? Um momento. O beijo, até que em fim. A glória ingénua do canudo na mão. A esperança eterna do sim no altar. O choro feliz que dá à luz. O pódio. A ribalta. O suspiro que procede do livro editado. O instante em que a vida, finalmente, acontece.    

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se gostou deste artigo, ou tem uma palavra a acrescentar, agradeço imenso que deixe o seu comentário.